Ministra da Mulher é recebida com protesto em Curitiba

Manifestação é motivada por retrocessos nas políticas e corte de verbas para enfrentamento da violência contra as mulheres

A vereadora Carol Dartora (PT) e mulheres dos movimentos feministas de Curitiba realizaram um ato contra as políticas para as mulheres do governo Bolsonaro. A manifestação aconteceu na tarde desta segunda-feira (2), na Casa da Mulher Brasileira, durante a visita da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Carol explica que o atual governo atua contra os direitos das mulheres, tendo extinguido, por exemplo, comitês de gênero, de diversidade e inclusão, além de não utilizar recursos necessários para a manutenção da Casa da Mulher Brasileira e verbas destinadas a projetos de enfrentamento da violência contra a mulher.

A vereadora também ressalta que a participação da ministra em eventos internacionais tem causado enorme constrangimento para o país com a difusão de ideias e propostas que representam retrocessos no debate e nas pautas por direitos das mulheres brasileiras.

“Estar aqui hoje para falar esse fora Damares é marcar posição e dizer que a gente precisa continuar avançando em pautas importantes para a igualdade de gênero. Nós queremos não só o avanço na política, mas também nos direitos sexuais e reprodutivos”, disse a vereadora.

O governo Bolsonaro cortou em mais de 50% a verba federal para desenvolver políticas públicas voltadas para mulheres. É o menor patamar registrado desde, pelo menos, 2015..

Segundo o Instituto de Estudos Socieconômicos (Inesc) o governo Bolsonaro cortou em mais de 50% os recursos para as políticas para as mulheres. Em 2020 havia R$ 124,3 milhões, mas neste ano o recurso autorizado é de R$ 59,8 milhões.

De acordo com as informações, esta redução vai atingir programas importantes para as mulheres como a construção e a manutenção das Casas da Mulher Brasileira, políticas de igualdade e enfrentamento à violência, Disque 180 e o Disque 100 e ainda o funcionamento do Conselho Nacional dos Direitos da Mulheres.

Criada pelo governo do PT

A Casa da Mulher Brasileira é um centro especializado no atendimento à mulher em situação de violência doméstica. Criada pelo governo da presidenta Dilma Rousseff, conta com diversos serviços no mesmo espaço, como delegacia, juizado, defensoria, promotoria, equipes psicossocial e de orientação para emprego e renda, além de brinquedoteca e área de convivência.

Redação com Secretaria Nacional de Mulheres do PT

Imagem padrão
Carol Dartora
Vereadora de Curitiba pelo PT, primeira mulher negra eleita para a Câmara Municipal da capital do Paraná. Professora de História, mestre em Educação, militante da Marcha Mundial das Mulheres e do Movimento Negro, secretária da Mulher Trabalhadora e dos Direitos LGBTI+ na APP-Sindicato.

Deixar uma resposta